Michael aponta os cinco setores que mais contrataram no 1° Semestre

0

De acordo com o levantamento realizado pela Michael Page, empresa líder mundial em recrutamento executivo de média e alta gerência, os setores que mais contrataram profissionais no 1º semestre de 2017 são o de Vendas, TI, Marketing, Farma/Saúde e Finanças.

Em Junho deste ano (2017), o Brasil registrou 13,5 milhões de desempregados, segundo o instituto brasileiro de geografia e estatística (IBGE). O resultado foi um pouco melhor do que os 13,8 milhões registrados em maio.

Confira abaixo os setores e posições mais demandadas no primeiro semestre:

Vendas

Cargo: Head of Sales – Gerente Comercial

Área de atuação: Tecnologia – Cyber security

O que faz: Desenvolve relacionamento com os principais canais de distribuição e integradores de soluções

Perfil da vaga: Experiência dentro do segmento de tecnologia, vendas indiretas (por meio de canais) e com sólido relacionamento com alto escalão.

Salário: R$ 16 mil a R$ 22 mil

Percentual de aumento no semestre: 21%

Motivo para alta em 2017: Mercado em franca expansão devido a carência no Brasil desse tipo de segurança.

Cargo: Gerente Comercial / Gerente de Novos Negócios / Business Development Manager

Área de atuação: Indústria Química

O que faz: Buscar novas frentes de negócio e novas aplicações, principalmente nos mercados que começam a reagir positivamente à crise ou não sofreram impacto como farmacêutico/cosméticos, agronegócios, embalagens e etc.

Perfil da vaga: Atuação consultiva, background técnico essencial e foco em desenvolvimento de mercado

Salário: R$ 12 mil a R$ 18 mil

Percentual de aumento no semestre: 20%

Motivo para alta em 2017: Retomada da indústria e investimento das empresas nas áreas de negócios/frente comercial.

Marketing

Cargo: Gerente de Marketing de Performance

Área de atuação: Tecnologia e Serviços em geral

O que faz: Responsável pela análise da viabilidade dos canais de comunicação da empresa, atuando com ferramentas de marketing digital.

Perfil da vaga: Experiência em SEM (e todas as variáveis digitais)

Salário: R$ 14 mil a R$ 18 mil

Percentual de aumento no semestre: 19%

Motivo para alta em 2017: Mercado de digital em crescimento com abandono do modelo tradicional de marketing.

TI

Cargo: Head de BI e Big Data

O que faz: gestão e análise de dados com o objetivo de garantir mais eficiência e rentabilidade, e também obter insights que contribuam com a expansão dos negócios.

Perfil: É uma posição relativamente nova no mercado, os clientes priorizam candidatos com experiência em liderança de projetos de BI e BIG Data.

Salário: R$ 20 mil a R$ 30 mil

Percentual de aumento no semestre: posição nova

Motivo para alta em 2017: esses profissionais cuidam da gestão e análise de dados com o objetivo de garantir eficiência e rentabilidade. Cada vez mais serão imprescindíveis para a competitividade das empresas, e já são requisitados em tomadas de decisões, sobretudo para encontrar informações qualitativas, métricas, indicadores e as variáveis de risco ao negócio.

Cargo: Cientista de dados

O que faz: é dedicado a soluções complexas que envolvem garimpar, analisar e enxergar tendências em dados e tem a curiosidade de explorar quais são os problemas que precisam ser resolvidos.

Perfil: Formação em grande parte ligada à área de exatas: matemática, ciências da computação, análise de sistemas, estatística, física.

Salário: R$12 mil a R$ 15 mil

Percentual de aumento no semestre: posição nova

Motivo em alta 2017: As empresas estão desenvolvendo suas áreas de inteligência de mercado, CRM / DBM, análise de dados estruturados e não estruturados. Isso mostra a consolidação da área digital e tecnologia atuando diretamente no negócio das empresas.

Farma/ Saúde

Cargo: Gerente Comercial – Promoção a Saúde

Área de atuação: Saúde/ Serviços

O que faz: Realiza o relacionamento com empresas para promoção a saúde de seus funcionários, com foco em redução de sinistro e absenteísmo. Além de promover melhora significativa na qualidade de vida do colaborador. Consequentemente, impactando nos resultados operacionais da empresa.

Perfil da vaga: Conhecimento sobre projetos de promoção a saúde e gerenciamento de crônicos, importante ter experiência em análise de risco, formação técnica em saúde é solicitado.

Salário: R$ 12 mil a R$ 25 mil

Percentual de aumento no semestre: 20%

Motivo para alta em 2017: Mercado de saúde em fase de profissionalização, com a entrada de investimento no setor, fundos de investimentos se interessando cada vez mais pelo segmento, e abertura de capital para investimento ou venda possibilita estas mudanças. E a busca de qualidade de vida e redução de custos corporativos, são fatores importantes para esta tomada de decisão.

Cargo: Diretor/ Gerente Geral – Hospital /Clinicas

Área de atuação: Saúde

O que faz: Realiza a gestão geral da unidade de negócios (seja hospital ou clinicas), realizando desde a prospecção de novos clientes posicionamento no mercado até a gestão da operação (revisão de processos assistenciais, segurança do paciente, qualidade de atendimento, certificação e acreditação). Responsável pela parte estratégica do negócio (expansão, perfil de mercado, novos negócios).

Perfil da vaga: Conhecimento sobre o mercado de Serviços em Saúde em geral, especialização em Administração Hospitalar e formação técnica em saúde tem sido um dos grandes diferenciais. Apresentando um bom perfil analítico e de processos.

Salário: R$ 17 mil a R$ 28 mil

Percentual de aumento no semestre: 30%
Motivo para alta em 2017: Oxigenação pós-crise e melhoria de qualidade, são os principais motivos. O aumento da profissionalização no setor e da redução de custos no mercado possibilitou aumento de concorrência. O cliente está mais exigente em relação a qualidade.

Cargo: Gerente de Acesso

Área de atuação: Indústria Farmacêutica e Dispositivos Médicos

O que faz: Desenvolve e implementa estratégias de acesso aos gestores de saúde dos mercados público e privado, com o objetivo de minimizar as barreiras de acesso dos pacientes aos produtos da empresa. Inclusão e padronização de medicamentos nas esferas governamentais; processos licitatórios, pregões diretos e indiretos, pregões presenciais e eletrônicos; padronização e vendas dos produtos no mercado hospitalar e Incorporação de produtos estratégicos nas Operadoras de saúde.

Perfil da vaga: Conhecimento técnico sobre os produtos, domínio de políticas públicas e privadas. Ter um perfil com boa habilidade de relacionamento é fundamental para o perfil.

Salário: R$ 18 mil a R$ 28 mil

Percentual de aumento no semestre: 17%

Motivo para alta em 2017: Interesse das indústrias de penetração e estabelecimento no mercado (tanto o público como também o privado).

Cargo: MSL (Medical Science Liaison)

Área de atuação: Indústria Farmacêutica e Dispositivos Médicos

O que faz: Mapear e dar suporte aos médicos líderes de opinião. Promover o conhecimento científico e viabilizar o elo entre os Médicos e a Indústria trazendo melhorias. Desenvolver e ministrar treinamentos internos e externos além de apoiar a área Vendas.

Perfil da vaga: Profissional com formação na área da Saúde e um conhecimento cientifico muito alto. Habilidade de transitar no mercado corporativo e acadêmico.

Salário: R$ 12 mil a R$ 15,5 mil

Percentual de aumento no semestre: 25%

Motivo para alta em 2017: O profissional tem uma participação grande no desenvolvimento e introdução de novos produtos ao mercado.

Serviços Financeiros

Cargo: Gestor de Marketing Digital

Área de atuação: Serviços Financeiros

O que faz: Elabora, executa, acompanha e apura resultados de plano geral de marketing para plataformas digitais, como internet e mobile.

Perfil da vaga: Conhecimento sobre técnicas de marketing através de mecanismos de buscas, redes sociais, campanhas e branding através das plataformas digitais.

Salário: R$10 mil a R$ 15 mil

Percentual de aumento no semestre: 50%

Motivo para alta em 2017: Mercado de serviços financeiros está se “digitalizando”, o que justifica o crescimento das “Fintechs”. O consumidor está cada vez mais habituado com as ferramentas de tecnologia e com uma experiência de consumo mais inovadora.

executivos-brasileiros-estao-mais-confiantes-e-29-planejam-contratar-neste-ano-diz-pesquisa

 

Compartilhar

Comentários