PF realiza operação contra a distribuição de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes na região

0

Na manhã de ontem, dia 21, a Polícia Federal de Sorocaba deflagrou a operação chamada Égide, que tem como finalidade identificar e localizar pessoas suspeitas de armazenar e distribuir arquivos de pornografia envolvendo menores de idade, por meio da internet.

A operação já começou em março do ano passado, onde a Polícia Federal de Sorocaba, conseguiu identificar a distribuição desses materiais, através de e-mails e redes sociais. Ao todo, foram localizados vinte e três locais suspeitos de serem fontes de compartilhamento de conteúdo pornográfico envolvendo menores de idade.

Depois do pedido da Polícia Federal, a Justiça Federal autorizou que buscas domiciliares fossem realizadas nas cidades de Itapeva, Campinas, Cesário Lange, Itapetininga, Itu, Laranjal Paulista, Pilar do Sul, Leme, Salto, Sorocaba e Tatuí.

Em uma dessas cidades, foi encontrada uma criança de três anos em situação de risco, a qual foi encaminhada para o Conselho Tutelar.

O que levou a Polícia Federal a dar início a essa operação foram justamente informações dos próprios portais da internet, como o Facebook, que reportaram suspeitas de transmissão desses materiais por meio das redes. Assim, com a cooperação da polícia internacional, a Polícia Federal de Sorocaba teve acesso às informações e começou a investigação.

Todos os investigados vão responder pelos crimes praticados, com pena que pode ser de 3 a 6 anos de reclusão e multa, ou ainda, de 1 a 4 anos e multa, conforme prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Compartilhar

Comentários