Pressão popular faz vereadores revogarem projetos de aumento de salários e pagamento de 13º e férias aos agentes políticos de Itapeva

0
Na sessão ordinária que aconteceu nesta última quinta-feira, dia 28, na Câmara Municipal de Itapeva, a população esteve em peso para acompanhar a votação dos dois projetos que já haviam sido aprovados. O primeiro, era sobre o projeto de lei que previa o pagamento de 13º salário e abono de férias aos agentes políticos do município, ou seja, prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários. O segundo projeto era a respeito do aumento de 22% no salário dos vereadores, para a legislatura de 2021.
 
Diante de várias movimentações dos populares, que demonstraram a insatisfação através das redes sociais e também de um manifesto realizado no último sábado, dia 22, na Praça Anchieta, os dois projetos polêmicos entraram novamente em votação na noite de ontem (28), na Câmara Municipal de Itapeva. Com a casa lotada, ambos os projetos foram revogados.
 
Os populares que estiveram presentes na sessão, começaram a se organizar por volta de uma hora antes do início da votação, com a expectativa de que os projetos fossem revogados.
 
Na sessão ordinária, que durou aproximadamente dez minutos, os dois projetos foram revogados por unanimidade em primeira votação. No entanto, nenhum representante do Legislativo usou o tempo livre da tribuna para se posicionar sobre a situação.
 
A confirmação da revogação por parte da Câmara Municipal aconteceu na tarde desta sexta-feira, dia 29, na sessão extraordinária que teve início às 16 horas e durou cerca de três minutos.
 
A expectativa dos populares é que o projeto que institui a revogação dos dois projetos anteriores, passe o mais rápido pela sanção do Executivo e seja publicado no Diário Oficial do município.
 
 
Compartilhar

Comentários